Translate This Blog To Your Language!

Gostou? Então curte aí no FaceBook!

domingo, 5 de outubro de 2014

SÓCRATES E AS ELEIÇÕES NO BRASIL


Saudações!

Hoje, 05 de outubro, é dia de Eleições no Brasil. Os cargos disputados são os de Presidente, Governador, Deputados Estadual e Federal e Senador. E como vocês devem saber, nessa época todo mundo se torna um expert político e um grande cidadão politizado.

Recentemente li um comentário sobre Aécio Neves, candidato à presidência pelo PSDB, não tinha um plano de governo definido. Como ele e Marina Silva (candidata à presidência pelo PSB), são as únicas chances de impedir a reeleição da candidata e atual presidente Dilma Rousseff (PT), a situação fica um tanto polarizada.

Vou contar uma historinha que ilustrará um pouco dos motivos de meu voto anti-PT (consequentemente em Aécio Neves).

Certa vez, um homem foi condenado à morte. Mas ele tinha uma chance: se ele negasse o que pensava, poderia sobreviver. Caso contrário, seria obrigado a se matar tomando veneno.

O homem decidiu pensar um pouco então nas opções:

"Se eu permanecer vivo, saberei já de antemão o mal que existe e minha honra não permanecerá intacta. O caminho será tortuoso." 

"Se eu morrer, não sei o que virá o depois da morte. Pode ser bom, pode ser ruim."

Com base da possibilidade de algo bom no desconhecido e no já conhecido mal do que estava em vigor, sabiamente o homem escolheu a morte. Teria mais chances de acontecer algo bom.

Essa pequena historinha ilustra o julgamento de Sócrates, maior filósofo da História e considerado o homem mais sábio de sua época.

Supondo que eu não conheça o plano de governo de Aécio, e já conhecendo o de Dilma, tomarei a mesma decisão de Sócrates: ficarei com a opção da dúvida, pois ela pode, ao menos, me surpreender positivamente. Já a opção que já conheço, o plano político do PT, este não me surpreenderá positivamente de forma alguma.

Espero ter ilustrado bem e de forma didática meu posicionamento em relação a isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário