Translate This Blog To Your Language!

Gostou? Então curte aí no FaceBook!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

LÍNGUA DE COBRA

 Gríma, Língua de Cobra

Caros leitores, como estão?

Dentro do universo da literatura, muitos personagens marcam determinada obra. Uns mais, outros menos. Alguns deles parecem ter sido fortemente inspirados na vida real (e provavelmente foram). Permitam-me hoje falar um pouco mais sobre Gríma, Língua de Cobra.

Personagem criado por J. R. R. Tolkien, ele fez parte da obra O Senhor dos Anéis. No cinema foi interpretado pelo ator Brad Dourif. Gríma Língua de Cobra era um espião que tornou-se uma espécie de conselheiro do Rei Théoden. Acontece que todos estavam felizes até o dia em que Gríma (Servo de Saruman, um mago que deixou-se levar pelo lado sombrio) assumiu o posto de Conselheiro do Rei. Todos puderam assistir com tristeza a decadência física e moral do Rei, fazendo com que as pessoas ao redor, que amavam Théoden, começassem a sentir raiva de Língua de Cobra.

Língua de Cobra "envenenando" o Rei Théoden contra aqueles 
que se importavam com ele.

Após algum tempo, Língua de Cobra foi desmascarado, e o Rei Théoden pôde voltar a ser o Rei de outrora. Mas isso porque ainda tinha amigos ao seu lado. Nem todos, talvez, tenham a mesma sorte do Rei.

Rei Théoden sem os "conselhos sábios" de Língua de Cobra.

Mas e a vida real?

Bem... na vida real não é muito diferente. Acho que todos nós já conhecemos alguém como Gríma Língua de Cobra, não? Não podemos atribuir a culpa apenas ao personagem criado por Tolkien, pois o Rei Théoden tem tanta culpa quanto o traiçoeiro. Não foi forte o suficiente para se manter longe de conselhos nefastos que só traziam o mal para o monarca.

Às vezes, estamos tão cegos e admirados por alguém, que nossa capacidade de pensar soberanamente se esvai. Nossos olhos passam a ficar cegos ao que antes era claro e passam a enxergar apenas o que os outros olhos (de Língua de Cobra) quer que enxerguemos.

Nos casos mais graves, nenhum texto, nenhuma conversa de pessoas queridas, será suficiente para se reverter essa situação, tendo mesmo é que deixar o Tempo, Senhor da Verdade, passar e mostrar a realidade a quem, antes, era próximo. Mas e quando esse momento chegar? Será que todos estarão lá para você? Nem sempre...

Éowyn era a sobrinha do Rei Théoden, e a que mais se importava com ele, antes de Gríma aparecer. Ele nutria um carinho imenso por ela. Após a chegada de Língua de Cobra, a sobrinha foi sendo esquecida ao ponto do Rei não lhe dar ouvidos.

É mais uma vez, a arte imitando a vida.

Esperamos é que todos os Thédoens que existem, um dia possam se livrar das influências negativas de tantas Línguas de Cobras que existem por aí.

Que venha o Tempo... e que Ele passe, trazendo com ele sua Luz e Sabedoria.

Vejam abaixo o momento do filme O Senhor dos Anéis - As Duas Torres, quando o Rei Théoden é libertado da maldição por Gandalf, o Branco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário